Segundo Valério, a informação teria sido repassada a Dirceu por Silvio Pereira, ex-tesoureiro do partido.
O empresário Marcos Valério, durante seu depoimento ao juiz Alexandre Buch no processo do mensalão, afirmou que o ex-deputado e ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, sabia dos empréstimos feitos pelo Banco Rural e pelo BMG ao PT. As informações são da rádio Jovem Pan.

Texto completo  

Segundo Valério, a informação teria sido repassada a Dirceu por Silvio Pereira, ex-tesoureiro do partido, e que teve seu processo suspenso no caso em troca de prestação de serviços comunitários.

O ex-ministro negou que tivesse conhecimento do esquema em seu depoimento em São Paulo.

Além de informar sobre Dirceu, Valério também confirmou que fez pagamentos à empresa de Duda Mendonça e afirmou que mantinha contato e amizade com políticos como José Genoíno (PT), Waldemar da Costa Neto (PR) e João Paulo Cunha (PT), todos acusados de estarem no esquema.

Com o portal Terra

Adicionar comentário